sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Resenha de filme: Nunbal

Olá pessoal! Como vão?

Hoje estou aqui para fazer uma pequena resenha de um filme... Bom, ou pelo menos tentar fazer uma.

*Respira fundo* Isso não vai ser nada fácil.


Nome: A Stray Goat (Nunbal)
Protagonistas: Jinyoung (Min sik) e Ji Woo (Ye Joo)
Diretor: Jo Jae Min 
Escritor: Jo Jae Min
País: Coreia do Sul
Data de lançamento: 1 de março de 2017

Sinopse:
Em um dia de inverno, o estudante do ensino médio Min-Sik e sua família se mudaram para Goseong. A cidade é a cidade natal de seu pai. Na escola, Min-Sik encontra Ye-Joo. Ye-Joo é uma menina isolada e chamada de "filha do assassino". Min-Sik lentamente se aproxima dela.




Eu não sei bem como começar essa resenha, então vou começar falando da minha relutância em assistir esse filme.

Como vocês já devem estar cansados de saber, Jinyoung é o meu utt bias de GOT7 (junto com o Mark, claro), e eu estava super hiper mega animada pra ver esse filme quando fiquei sabendo que Jinyoung estaria nele e ainda seria o protagonista. 

No entanto, à medida que o tempo foi passando e eu ficava esperando pelo lançamento do filme lá na Coreia, ou pelas legendas em português... Aos poucos eu fui ficando relutante em ver o filme. Estranho, não é?

Eu não sabia se tinha ficado relutante por causa do meu amor pelo Jinyoung (por que sempre que o vejo atuar meu coração se derrete todo e às vezes eu queria apenas assistir o filme sem todos esses sentimentos que eu tenho por ele, sem ficar olhando pra ele e o admirando que nem uma idiota haha) ou se foi minha intuição. Eu não vi spoilers nem nada, no entanto, demorei um bocado para “criar coragem” de assistir o filme, mesmo que ele já estivesse lá, bonitinho, baixado e guardadinho no meu computador.



Quando terminei de assistir o filme, finalmente percebi o motivo da minha relutância, foi intuição, definitivamente.

Bom, vamos lá... Como eu posso começar sem dar spoiler... Eu realmente não sei rsrs

Vou falar sobre os personagens.

O personagem interpretado pelo Jinyoung, Minsik, é um menino doce, mas que ao mesmo tempo tem uma tendência natural para se meter em problemas e agir de maneira equivocada. Ele não é mau, pelo contrário, ele tem um coração bom, mas ele é... Eu diria que ele é muito imaturo.

A personagem interpretada por Ji Woo, Ye joo, é uma menina sofrida, vista por todos como a filha de um assassino. Maltratada pelos seus colegas de sala e discriminada até pelos adultos da pequena cidade de Goseong, ela vê em Minsik um apoio, um protetor, um fio de esperança na sua vida miserável.



(meu deus eu to tão revoltada com o final desse filme que eu não consigo fazer essa resenha direito, me desculpem *respira fundo mais uma vez*)

Apesar de não começarem se dando bem, Minsik e Ye joo acabam se tornando amigos ao longo da trama e é muito bonito ver como eles enxergam o belo nas coisas mais simples. Minsik chega na cidade com seus pais (seu pai é pastor da igreja) e começa a se meter em problemas por se envolver com os delinquentes da escola (ele é um menino problemático desde o começo). Mas é por causa desse envolvimento que ele conhece uma menina rejeitada por todos que desperta seu interesse, e faz com que ele queira protegê-la. Os dois se tornam amigos e cuidam de um filhote fofo de cabra juntos. 



Eu não sei dizer o que Minsik significou na vida de Ye joo, nem o que Ye joo significou na vida de Minsik. O que deveria ser uma amizade cálida, que acabaria por florescer num amor puro, tornou-se algo extremamente traumatizante e infeliz.  



A atuação dos dois foi realmente muito boa. Ótimas expressões, ótimo emparelhamento. No começo do filme tenho que confessar que eu só sabia ficar olhando para o Jinyoung e dizendo em pensamento o quanto ele estava bonito kkkk Mas o enredo do filme foi me puxando, e logo o Jinyoung se tornou Minsik, e logo o “filme do Jinyoung” se tornou Nunbal.

Quando terminei de ver o filme, meu coração estava tão pesado e rasgado, eu nem sabia se chorava ou se gritava de tanta frustração e raiva. Além do que nesses dias eu estou sem a minha maior fonte de felicidade (markjin), então tudo ficou pior. Demorei um tempo até conseguir me recuperar do trauma.

Se eu recomendo o filme? Não hahaha E nem é porque não tem um final feliz, até por que geralmente eu até gosto de finais dramáticos, afinal nem só de finais felizes os filmes são feitos, e os filmes coreanos então... No entanto, com Nunbal foi diferente, o final realmente foi o pior de todos. Eu fiquei frustrada, com raiva, muito triste, deprimida e com vontade de desver tudo o que eu tinha visto.

Bom, se você não quer spoiler, leia até aqui.


Atenção: Contém spoilers indiretos.

Nunbal me lembrou de um dos doramas cuja primeira fase foi uma das mais traumatizantes que eu já vi na minha vida. E esse dorama se chama I miss you. A história é praticamente a mesma, a filha de um suposto assassino, que sofre bullying na escola e é maltratada por todos, e o menino novo na cidade que chega para salvar a menina, ou pelo menos para partilhar a dor com ela. O “final” dessa história também é o mesmo. Se você já assistiu I miss you, então você sabe do que eu estou falando. É exatamente igual. Mas eu acho que Nunbal ainda me deixou mais revoltada. E eu nunca pensei que logo Nunbal iria me fazer reviver o dorama mais traumatizante que eu já assisti na vida. É por isso que foi tão difícil escrever essa resenha.

Da mesma forma que eu não consigo compartilhar bem o que sinto em relação à I miss you, também não consigo fazer isso com Nunbal. Eu perco a minha sanidade quando esse tipo de coisa acontece numa história. E eu estou ainda mais triste por que foi um filme do Jinyoung, logo o primeiro filme do Jinyoung. É angustiante pra mim, mas ao mesmo tempo me deixa orgulhosa por ele ter escolhido um filme de tamanha complexidade. Eu espero que ele possa continuar crescendo muito como ator, algo que ele já está fazendo. 



Okay... Ufa! Essa resenha foi difícil. Bem difícil, mas eu fiz por ser um filme do Jinyoung, só por isso.

Então vou ficando por aqui. Até mais pessoal! Boa semana a todos! ^^


quinta-feira, 3 de agosto de 2017

O comeback de JJ Project depois de 5 anos!

Olá pessoal! Tudo bom?

Então... Vamos lá falar dessa surpresa chocante que foi o comeback de JJ Project ? rsrs



Como eu já disse numa postagem anterior, pra mim foi bem desnorteante a notícia de que JJ Project iria fazer um comeback esse ano. No começo eu achei que não teria forças para dar o meu apoio incondicional a eles, e isso, claro, estava me deixando muito mal.

Eu não esperava esse comeback agora, e acho que ninguém esperava. Obviamente não foi uma coisa ruim, pelo contrário, foi um motivo pra comemoração, no entanto... Por que agora? Às vezes eu me pego fazendo essa pergunta. E quando eu vejo os meninos (Jinyoung e Jaebum) falando sobre isso nas entrevistas, me parece que para eles também foi uma surpresa... O próprio JB falou que apesar de saber que um dia eles voltariam como JJ Project, não achava que isso fosse acontecer agora. E o Jinyoung também fez a mesma pergunta que eu, por que justo agora? No entanto, a resposta foi dada: JJ Project deveria mostrar o quanto amadureceram para que GOT7 voltasse mais amadurecido também. 



Jinyoung e Jaebum trabalharam duro nesse álbum de comeback, compuseram suas próprias músicas, participaram de todas as músicas do álbum, inclusive a faixa-título, prepararam coreografias, fizeram até uma exposição de fotos que eles mesmos tiraram para o álbum. Eles mostraram através de suas obras o significado de talento, esforço e dedicação. Vê-los cantando músicas com letras tão profundas, com vozes tão belas, num estilo mais maduro e ao mesmo tempo ainda numa transição entre adolescência e fase adulta, me deixou muito orgulhosa deles.

Bom, mas é melhor eu parar de falar e mostrar, certo? Aqui vai o MV de Tomorrow, today:



Eu nem sei por onde começar a falar desse MV e dessa música. É tudo tão introspectivo. Diferente do extravagante kpop convencional, que movimenta multidões, mas nem sempre comove corações, Tomorrow today é uma música realmente introspectiva, comovente, que expressa sentimentos profundos, de melodia gostosa de ouvir, e claro, as vozes do Jaebum e do Jinyoung fazem toda a diferença. De repente me deu até vontade de ver alguém fazendo um cover dessa música, só pra saber se o sentimento evocado é o mesmo de quando JJP a canta (eu duvido que seja).



O MV em si é bastante conceitual. Uma estrada, vários caminhos que podem ser percorridos, mas apenas uma escolha. Quando se é jovem e se começa a assumir responsabilidades pelas suas próprias escolhas, é natural o conflito, o medo de tomar decisões erradas, de se arrepender e querer voltar atrás. Eles, como idols, definitivamente devem suportar um grande peso em suas costas. Eles sabem que esse mundo é muito cruel, as pessoas julgam, apontam o dedo, jogam pedras... Qualquer "erro" pode custar uma carreira. Além disso, ir em frente significa deixar muitas coisas para trás, e se essas coisas também forem preciosas? Quando eu me coloco no lugar deles, penso que mesmo com toda a fama, dinheiro e sucesso, meu coração sentiria vontade de experimentar, pelo menos uma vez, ter uma vida diferente, ter uma vida "normal". Mas, o que me daria força para continuar, se eu fosse um idol, seria meu amor pela música, meu amor pelo palco e pelas pessoas que ficam felizes por minha causa, meus fãs. Quando eu me coloco no lugar deles, eu penso que GOT7, apesar de ser um grupo tão descontraído e cheio de energia, também são pessoas com um grande senso de responsabilidade. Há muita coisa em jogo e além disso, eles se preocupam muito com suas famílias, além de sentirem muita falta delas.


Álbum Verse 2:



O que eu tenho a dizer sobre esse álbum é que ele é uma obra de arte. Todas as músicas são incríveis. Letras incríveis. É difícil até dizer qual a minha favorita, por que todas são maravilhosas. Talvez Coming Home tenha tocado o meu coração mais do que as outras. Jinyoung disse que escreveu essa música pensando em sua família, no quanto ele sentia falta de seus pais e irmãs. Já Tomorrow today tocou a minha alma, me fez lembrar da época em que eu desisti da faculdade e fiquei deprimida, e depois comecei tudo de novo. Icarus me fez lembrar dos meus sonhos e esperanças, de como eu sou uma sonhadora e às vezes sonho com coisas impossíveis. On & on tem uma batida muito gostosa, mas a letra me fez pensar no quanto eu odeio o mundo por sempre tentar me igualar as outras pessoas, o quanto eu odeio ser diferente e ao mesmo tempo gosto disso. E Don't wanna know... Bom, ela simplesmente me agrada infinitamente, é uma música meio romântica, sobre perdas... Os vocais dos meninos estão impressionantes nessa música. Enfim... Para mim, que sou uma pessoa introspectiva, Verse 2 caiu como uma luva. Até parece algo que foi feito pra mim... Acho que vou por isso naquela listinha de "destino" que eu fiz na primeira postagem sobre GOT7 e markjin haahaha

Eu juro pra vocês que essa foto do Jinyoung me deixou louca! aaahhh como ele tá sexy!!!! 

Bom, agora vamos a parte difícil... Apesar de estar dando todo o meu apoio à JJ Project, fazendo streaming, votando, tentando acompanhar os programas, entrevistas e eventos que eles estão participando, e estar amando as músicas e as performances, tenho que confessar que... meu coração está em dor. Eu sou shipper markjin e vocês devem saber pela maneira que eu sempre me expresso aqui no blog o quanto eu sou apaixonada por eles, o quanto eu não consigo parar de pensar neles em nenhum momento. Ver JJP fazendo tudo o que eu gostaria de ver markjin fazendo juntos dilacera o meu coração. Eu tenho que fingir que está tudo bem por que eu não quero estragar esse momento especial que é a volta de JJP depois de 5 anos. Mas acho que pelo menos aqui eu posso desabafar. Essa semana tem sido feita de altos e baixos pra mim. Existem momentos em que eu simplesmente desabo e fico triste o dia inteiro por sentir falta de markjin. Existem momentos em que eu olho para uma foto de Jinyoung e JB juntos e isso me fere,  ou então me faz pensar "E se fosse o Mark aí com o Jinyoung?" Quando eu vejo Jinyoung e JB juntos eu não consigo parar de imaginar o Mark e o Jinyoung juntos, como seria diferente, como haveria mais skinship, mais sorrisos, mais trocas de olhares, mais proximidade... Jinyoung e JB são amigos, interagem bastante, tem uma harmonia boa quando estão juntos, mas falta algo, falta... Romance? hahaha Falta aquela atmosfera de romance que existe entre Mark e Jinyoung, aquilo que faz todos os shippers markjin acharem que esse ship é real. *suspiro* (sim, eu sou a rainha do drama quando se trata de markjin).

Eu sabia que ia ser difícil mas não sabia que ia ser tão difícil ficar sem markjin por tanto tempo. Dói mais do que eu esperava e eu não posso fazer nada que possa cessar essa dor, só tenho que continuar apoiando JJP e esperando pela volta de GOT7.

A minha salvação nesses momentos em que eu fico triste é quando o Jinyoung fala do Mark em suas entrevistas. Jinyoung disse que o Mark foi muito exigente em relação ao álbum de JJ Project, que Mark colocou muita pressão sobre ele  para que JJP fizesse um trabalho impecável, algo que GOT7 pudesse se espelhar depois. Até mesmo JB falou que Mark foi quem mais deu sua opinião sobre o direcionamento do álbum, ou seja, como o álbum deveria ser produzido. Numa entrevista antes do comeback, JB disse também que para Mark, esse álbum de JJ Project era como se fosse dele. E em outras ocasiões (mais de uma vez), Jinyoung mencionou o fato de que gostaria de fazer uma unit com Mark novamente.


JJ Project e Mark Tuan

Bom... Enquanto JJP preparava seu comeback, os outros membros de GOT7 tinham sua própria agenda. Bambam na Tailândia, Jackson na China, Youngjae em Nova York, Yugyeom e Mark na Coreia. 
Confesso que algo me intrigou em relação ao Mark. Ele não foi visitar sua família em Los Angeles como eu achei que iria. Ele ficou na Coreia apoiando JJ Project e fazendo muitos photoshoots para revistas. E ele perdeu muito peso também... Eu me pergunto o que está acontecendo. Apesar de preocupada, tenho que confessar que o fato de ele ficar na Coreia trabalhando como modelo foi minha salvação. Poder ver Jinyoung e Mark ao mesmo tempo, mesmo que separados, me deixa feliz. É estranho o que vou dizer agora mas quando eu vejo o Jinyoung sinto falta do Mark, e quando eu vejo o Mark sinto falta do Jinyoung. Por isso é tão importante pra mim que eles estejam perto um do outro, por que assim eu não sinto como se uma parte estivesse faltando, já que os dois são meus utt biases.

Mark modelou para 4 revistas diferentes (ou foram 5? 
nem sei, mas foram várias que perdi a conta ashuashuas)


Mark e Yugyeom, sendo os únicos membros além de JJP que estavam na Coreia, compareceram ao showcase de Verse 2. Mark se sentou bem ao lado da mãe de Jinyoung. Ele e Yugyeom seguravam um ahgabong (Lightstick de GOT7) e o balançavam no ar como se fossem fãs normais vendo seus ídolos hahaha 

Vídeo do Mark assistindo o showcase de JJ Project: 

Gente eu amo tanto essa fancam, adoro essa música de
fundo que colocaram, por algum motivo ela me lembra 
muuuuito markjin hahahaha

Bom... Eu não sei o que pensar na verdade. Na minha perspectiva de shipper claro que o Mark preferiu ficar na Coreia por causa do Jinyoung, e mesmo que não estivessem juntos o tempo todo por causa da agenda cheia de ambos, haveria um tempo para se verem, certo? Mas isso é só uma suposição de uma shipper obcecada hahaha

Okay, para finalizar essa postagem, confiram a performance MARAVILHOSA de Tomorrow today no M Countdown:



E também essa linda versão ao vivo: 

Os olhos tristes do Jinyoung... T___T


Então é isso pessoal, se você é ahgase, apoie JJ Project por que JJP também é GOT7. E por falar nisso, acho que antes de finalizar essa postagem, vou postar o vídeo que foi mostrado no showcase, onde os outros membros estão apoiando Jinyoung e Jaebum:

Isso foi tão fofo! A coisa mais linda é ver o quanto 
eles são unidos, mesmo estando longe um do outro!


Bônus: Performance apaixonante de Coming Home (os falsetes do Jinyoung nessa música me deixam arrepiada! É uma música tão gostosa de ouvir!)


Genteeee eu surtei tanto por essa apresentação!
Como pode ser tão perfeita???? Essa coreografia (Foi 
o Jinyoung que fez, não foi? Só pode ter sido ele!), esses
falsetes do Jinyoung aaahhh
Quando ele canta "i'm coming home for you" eu quase 
morro! Que falsete lindoooo

Então é isso gente, até mais e desculpem os meus surtos de fã e shipper obcecada (eu ainda não acredito que eu meti o Mark no meio de JJ Project hahaha) Bye! 




terça-feira, 25 de julho de 2017

Recomendação de drama: Whisper

Oi gente! Tudo na paz?

Hoje vim aqui fazer uma recomendação de drama. Pra ser sincera, já faz bastante tempo que eu queria recomendá-lo por aqui, mas a falta de tempo não deixou T-T

Bom, vamos lá!


Sinopse: O pai de Shin Young Joo foi incriminado como um assassino enquanto ele estava tentando investigar o trabalho ilegal da empresa Tae Baek, que é o maior escritório de advocacia do país. Para lutar pela difamação injustificada de seu pai, Shin Young Joo faz uma aliança com Lee Dong Joon, advogado habilidoso, para revelar a corrupção em Tae Baek e libertar seu pai da prisão. 



Whisper é um drama muuuuuuuito bom! 

Mas antes de comentar sobre o enredo em si, eu gostaria de dizer o quanto foi legal acompanhar esse drama logo que terminei de assistir Defendant! 

Primeiro, um drama cujo prota é o Jisung, depois, um drama cuja prota é Lee Boo Young. Primeiro o marido, depois a esposa hahahaha Esse casal de atores é talentosíssimo, não é mesmo? Atualmente eles tem uma filhinha fofa. Devem ser uma família feliz! Bem-sucedidos no trabalho e na vida pessoal, quem não os inveja? Eu tenho aquela invejinha boa, desejo tudo de bom pra eles, eles são minha inspiração! São atores tão bons e experientes! (eles são exatamente o que eu desejo que markjin seja no futuro hehehe)


Bom, continuando... Vamos falar sobre o dorama agora? hehehe

[Atenção: Contém spoilers moderados]

Como a sinopse foi meio pequena, vou contar direitinho como tudo começa. Primeiro, o pai da prota é acusado falsamente de assassinar seu melhor amigo, mas na verdade essa acusação é um plano para encobrir os atos sujos e ilegais da maior empresa de advocacia do país, que se chama Taebaek. Então, Young Joo (a prota) pede ajuda ao jovem juiz (Dong Joon) que julgará o caso de seu pai para que esse julgamento seja realmente justo. No entanto, mesmo que ele pareça uma pessoa inabalável de caráter, por conta de ameaças e chantagens ele acaba favorecendo o lado dos vilões, e o pai da Young Joo vai parar na cadeia mesmo sendo inocente. Depois disso, Young Joo fica enfurecida e resolve tomar uma atitude desesperada: Ela droga Dong Joon, passa uma noite com ele e filma tudo. Ela pretende usar o vídeo como chantagem para que ele possa finalmente ajudá-la a resgatar seu pai da prisão e punir os verdadeiros culpados. A partir daí, a história vai se desenrolando, sempre muito interessante, cheia de surpresas e reviravoltas. 

Whisper tem uma vibe bem parecida com a de Defendant, mas existem aquelas diferenças sutis no enredo que dão um toque especial nesse drama.


7 coisas que você precisa saber sobre Whisper 


-Primeiro, a relação dos protas. Eles começam se odiando e no final... bem, vocês sabem. Isso seria um clichê, certo? Mas o legal é que o romance entre eles se desenvolve de uma maneira bem sutil, eu diria até que sutil demais. A verdade é que o foco do drama não é romance, mas o romance é a cereja do bolo. A gente espera séculos até que eles estejam realmente conscientes de que gostam um do outro. Mas é legal, na verdade, é bem emocionante. Mesmo que seja bem sutil, faz o coração vibrar. Eu não queria dar spoiler, mas como todo mundo sabe que num dorama tem que ter pelo menos um beijo, então... Vou dizer pra vocês que a cena de beijo dos protas no final do drama foi uma das mais especiais pra mim. E foi assim justamente pela sutileza, pelo cuidado que tiveram em fazer com que cada detalhe da cena fosse apreciado. Eu amei. Eu amei muito as interações dos protas, mesmo que acontecessem só de vez em quando, mesmo que fosse só um olhar. Por que tudo era muito significativo;



-Segundo, o foco do drama não era romance, mas se não fosse pelo florescimento dos sentimentos de afeto entre os protas, nada teria acontecido como aconteceu;



-Terceiro: Aquela brincadeira de gato e rato entre mocinhos e vilões. Nada é mais emocionante do que você ficar esperando ansiosamente pelo próximo episódio para saber quem ganhou a batalha, e sim, esse dorama é cheio de "batalhas". É uma luta entre o bem e o mal, entre a justiça e a impunidade. 



-Quarto: As frases de efeito ditas pelo prota. Inclusive, existe uma sentença dita pelos protas numa conversa que eu nunca vou esquecer, e ela é algo parecido com isso:

"Estamos num mundo onde todas as vontades dos corruptos são satisfeitas. 
Então estamos no inferno. 
Não, pelo menos no inferno os maus são punidos, o inferno é bem melhor do que aqui. "

Existem outras que eu não estou lembrada do momento, mas todas são frases que nos fazem refletir sobre questões como justiça e impunidade. Sobre pessoas que acham que estão acima da lei por que tem dinheiro e influência, que chantageiam, roubam, matam e ainda estragam a vida de pessoas inocentes.



-Quinto: Já que tocamos no assunto, esse drama é com certeza um dos que mais abordam temas como atos criminosos de "colarinho branco", entre eles estão suborno, chantagem, fraude, abuso de poder e trafico de influência.



-Sexto: O romance estranho no maior estilo Romeu e Julieta do casalzinho de vilões. E o pior é que foi interessante! Não que eu tenha gostado do romance em si, mas foi bem interessante ver como tudo se desenrolou! 



-Sétimo: Girl power! YYYEEEHH Nossa prota é realmente poderosa. Ela é uma policial exemplar! Uma das minhas cenas preferidas é quando ela vai resgatar o mocinho hehehe Ela salva ele sim! (e eu acho que é nesse momento que ele se apaixona por ela rsrs)




Bom, o que mais posso dizer sem dar 50 quilos de spoiler? hum... A prota sofre que nem uma condenada? ashuashuas Isso foi spoiler? Desculpe. Mas é verdade, a prota sofre bastante, não diria que é a mais sofredora, mas ela sofre muita injustiça, e isso realmente me deixou com muita raiva. 



Well well, acho que é isso. Não vou me alongar mais, afinal, é só uma recomendação. Se você ainda não viu esse dorama, veja! Vale muito a pena! É um dorama sério, então esteja ciente de que não vai haver muitas cenas que irão fazê-lo rir, pelo contrário, mas é um dorama que vai fazer você ficar empolgado! E com muita raiva dos vilões também! hehehe

Até mais! 

 adoro essa carinha de filhote pidão do prota hahaha ele é fofo!



quarta-feira, 19 de julho de 2017

VOLTEEEEEIIII É PRA GLORIFICAR DE PÉ!!!

Olá pessoal!!!!! Voltei voltei voltei!! 

Sim, eu não morri, e eu não abandonei o blog, eu só estava escrevendo meu TCC ashuashuash




Não estou formada ainda (triste), falta um pouco de chão pela frente, mas pelo menos eu já qualifiquei, e isso já é meio caminho andado! hehehe

Bom, então... Sobre o que vamos falar hoje? hahahaha 

Acabei de ficar de férias então ainda não me atualizei nos doramas, então... Vamos falar de kpop? XXDD

Confesso que eu estava morreeeeeendo de saudades daqui, foram três meses de hiatus, certo? aawwnn

É tão difícil ter que se afastar das coisas que a gente gosta, mas felizmente estou de volta! Ainda não preparei nada especial para postar aqui, só vim dizer oi, dizer que eu não esqueci desse cantinho, que eu amo demais esse lugar, e que esse blog é um grande tesouro pra mim! 

Bom... Para que essa postagem de comeback não fique tão curta, e já que eu mencionei a palavra comeback... Vamos falar de algo que realmente me deixou em choque quando eu soube.... O comeback de JJ Project depois de 5 anos!!!!!

Shake it shake it for me! 


Okay, vamos começar do começo... 

Há algumas semanas atrás, enquanto os meninos do GOT7 faziam sua turnê na Tailândia e no Japão, os fãs perceberam que eles estavam bastante emocionais, que eles pediam que os fãs não os deixassem mesmo que eles demorassem a voltar, e que iriam "proteger" os fãs. Jackson até mesmo disse aos fãs: "Podem ir brincar, podem ir ver outros grupos, mas nunca se esqueçam de voltar para casa". Ou seja, Jackson disse para os fãs que eles podiam seguir outros grupos, mas que não se esquecessem nunca de suas casas, ou seja, de GOT7.  

Mas por que Jackson disse isso? Por que os meninos estavam tão emocionais?

Nessa mesma época, GOT7 apareceu usando esses colares: 

Eu achei a coisa mais linda T.T

Juntos, os colares formam um heptágono, símbolo de GOT7, que reforça o significado das palavras "Seven or never", "seven or nothing". 

Cada colar representa simbolicamente cada membro de GOT7

Cada colar representa simbolicamente um membro de GOT7, e juntos eles representam a força da amizade do grupo. Sem uma peça, não está completo, sem um membro, GOT7 não é GOT7. 

A seguir vocês podem ler o significado de cada colar e seu respectivo dono:


XCIII: Em algarismos romanos significa 93, é a data de nascimento de Mark Tuan (1993). Ele, segundo os membros, foi quem teve a ideia de fazer esses colares da amizade, e não se sabe ao certo, mas ter o ano de nascimento no colar pode significar que ele dá muita importância ao fato de ser o mais velho do grupo. Eu, particularmente, acredito que sim. Muitos podem dizer que JJ Project foi o início de GOT7, mas se considerarmos o fato de que a história e o destino de GOT7 começa quando eles nascem, a história de GOT7 começa então quando o membro mais velho do grupo nasce, ou seja, quando Mark Tuan nasce. 


Can't take it when i'm gone: Em português, significa "Não posso levar isso quando me for", essa é a frase preferida do Jinyoung, dita pelo ator favorito dele. Significa que você não pode levar nada de material daqui da terra quando morrer. A gente não desfruta da riqueza no túmulo. Bom, eu particularmente tenho muitas teorias sobre essa frase, mas claro, são só teorias! Alguns fãs disseram também que essa frase vinha de uma letra da música do Wiz Khalifa, o que eu acho que pode ter um fundo de verdade também, já que o Jinyoung parece gostar muito do Wiz Khalifa (ele já cantou a música "See you again" várias vezes). Outra teoria, elaborada pelos shippers markjin, é de que seja algo relacionado ao nome da música que o Mark cantou na sua audição para a JYP. Mark cantou a música "When I'm gone" do Eminem, e talvez a escolha das palavras pode ter tido alguma influência para que pudesse assemelhar-se ao nome da música (será??? hahaha é claro que pode ter sido só uma coincidência :p)


Cobra: O nome "cobra" em coreano se assemelha a escrita de "Bambam" em coreano, por isso Bambam sempre refere-se a si mesmo com um emoji de uma cobrinha. Eu não sei se existe algum outro significado por trás desse símbolo, se alguém souber ou tiver alguma teoria, comenta aí!


Dente de leão com uma estrela no meio: Esse símbolo representa o Yugyeom. Ele já havia feito um desenho disso e para ele é o que o representa. No caso, segundo ele, a estrela no meio do dente de leão representa os fãs. Além disso, Yugyeom, ao que tudo indica, também fez uma tatuagem com esse mesmo símbolo! 


Símbolo chinês: O símbolo significa "Wang". Wang, como todos já devem saber, é o sobrenome do Jackson. Jackson é um rapaz muito ligado a família, e colocar seu sobrenome, ou seja, o nome de sua descendência em seu colar é realmente algo que ele faria. Li em algum lugar que o nome Wang também significa Rei, isso é verdade? Se alguém souber, comenta aí!


3: Esse símbolo representa as iniciais CYJ deitadas, ou seja, Choi Young Jae. O símbolo também vem acompanhado das palavras "ars" que em latim significa "arte". Yougjae tem uma tatuagem no ombro com a frase em latim "arte longa vida breve". Esse é o lema e o símbolo que representa Youngjae. Acho, que de todos os símbolos, esse é o mais bem elaborado em questões de design, é simples, mas muito bem pensado. 


Coqueiro: Foi o símbolo escolhido por Jaebum para representá-lo. Eu não sei bem o significado desse símbolo, mas pelo que eu li tem a ver com os produtores das músicas de GOT7, já que JB é o líder e o membro que mais participa da produção das músicas. Se alguém souber em detalhes do significado do símbolo dele ou tiver alguma teoria, posta aí nos comentários! 





Pouco tempo depois dos meninos aparecerem usando esse colares, é anunciado que GOT7 faria uma "pausa" nas suas atividades em grupo, e que JJ Project (JB e Jinyoung) fariam um comeback nesse verão depois de 5 anos. Além disso, Jackson lançaria um álbum solo chinês (inclusive ele montou um estúdio lá na China), Jinyoung atuaria num novo drama chamado Magic School e os outros membros também fariam atividades solo. Posteriormente ficamos sabendo que Youngjae iria para Nova York fazer uma colaboração com o cantor Sanjoy, um de seus grandes ídolos, compondo e cantando uma música junto com ele, Yugyeom ficaria na Coreia trabalhando na composição de músicas, Bambam iria para a Tailândia para passar um tempo com sua família e participar de eventos e programas por lá, e Mark... Mark iria investir mais em photoshoots, mostrando mais de seu lado modelo fashionista e sendo estampado em revistas (inclusive na entrevista que fez para Grazia magazine ele disse tinha interesse em atuar, eu torço com todas as minhas forças pra que isso aconteça!)

Resumindo: Cada um resolveu dar um tempo e seguir seu próprio caminho, seus próprios interesses.... 

Confesso que quando eu soube disso (do comeback de JJP, do álbum solo do Jackson, das atividades solo dos outros membros), eu fiquei meio sem chão. Era de madrugada aqui no Brasil quando essa notícia foi postada, meu coração ficou apertado e eu chorei. Eu não sabia o que pensar, até que de repente, os colares fizeram todo o sentido pra mim. Os colares foram feitos para que eles mantivessem a ligação mesmo que passassem um tempo separados. Para que eles não esquecessem da grande amizade que cada um tem pelo outro e de sua união, que faz deles GOT7. E saber que essa ideia foi do Mark ainda me deixa mais tocada.

Pra ser sincera, desde que o Jackson se afastou do grupo na época do lançamento do álbum Flight Log: Arrival, e depois quando ele voltou, eu senti que havia algo diferente.... E desde essa época eu meio que pressenti que algo assim iria acontecer. Eu sei que vocês podem estar dizendo agora "mas ele se afastou por motivos de saúde", sim, eu não estou duvidando disso, mas eu acho que houve algo além. Atualmente, Jackson está na China, lançou um MV como garoto propaganda da pepsi, e está preparando seu álbum solo e passando um tempo muito bom com a família. E eu acho que ele precisava muito disso. 

Eu sei que a decisão foi tomada por todos. Eu tenho certeza que essa é uma fase de amadurecimento para os meninos. É uma fase que vai proporcionar crescimento para eles, mais reconhecimento, tanto profissional quanto pessoal, que vai torná-los mais adultos, e que quando eles voltarem no próximo comeback como um grupo, vão voltar mais unidos e mais felizes consigo mesmos. 

Eu estou bastante ansiosa pelo comeback de JJP e pelo debut solo do Jackson, assim como também pelo novo drama do Jinyoung, pelas músicas compostas pelo Youngjae, pelas músicas compostas pelo Yugyeom, pelos eventos e vídeos do Bambam, e também pelas fotos do Mark que sairão na revista e outros eventos que ele participará no futuro. Eu estarei acompanhando cada um deles, e eu sei que esse tempo "separados" não vai durar nada. Eles logo farão comeback, por que eles não vão conseguir ficar longe uns dos outros por muito tempo. 

Bom... Hoje vou ficando por aqui. Apesar do susto e do aperto no coração que eu senti no começo, eu tenho muita fé na amizade de GOT7 e no amor que eles tem uns pelos outros e pelos fãs. Eu estou animada com essa nova fase deles e também com essa nova fase minha! hehehe 

Aguardem novas postagens pessoal, pois eu voltei! I'm Back! 



sábado, 8 de abril de 2017

Postagem aleatória (MarkJin, KARD no Brasil e meus letterings)

Olá pessoal! Olha quem apareceu! hahaha

A postagem de hoje é aquela famosa postagem "sinal de vida" ashuashuas apenas pra mostrar que estou viva sim, mas bastante ocupada com as coisas da faculdade e com GOT7, claro hahahaha

quando você acha que markjin não tem como 
se superar, eles se superam

Então, a postagem aleatória de hoje vai começar com aquele assunto que um dia foi a minha obsessão mas atualmente é a minha vida! hahaha Não importa onde eu esteja, seja em casa, na faculdade, no meio de uma aula ou de uma palestra, fazendo um trabalho importante... Podem ter certeza de uma coisa: Eu vou estar pensando em markjin kkkkk

Sim, eles estão nos meus pensamentos mais do que qualquer outra coisa, e hoje eu vim aqui postar sobre eles. 

Vamos começar pelo meu desenho mais recente:

Foi um desenho que eu fiz sem muita pretensão, mas acabou se tornando meu favorito!

Ele é baseado nessa captura de tela:

Essa imagem vem do vídeo dos bastidores de Flight Log Departure (DVD)

Tenho planos de fazer um desenho da imagem abaixo mas infelizmente me falta tempo (quem sabe num feriadão que vem por aí né? hahaha)

Eu amo tanto essa imagem! Gosto mais do que a própria selca que eles tiraram hahaha Acho mais bonita! 

Atualmente alguns shippers markjin andam se destacando muito fazendo vídeos "jealous edition" e "sexy edition", então resolvi postar os meus preferidos aqui:


Eu adorooo esse vídeo! Mark tão ciumento! hahaha 


Atualmente eu ando achando esses dois tão abertos em relação aos sentimentos que um
tem pelo outro, e isso me deixa suuuuper feliz!



Esse vídeo é tão bem editado, tão sexy... 


Paradise é a música de markjin, ninguém pode negar isso!



GENTE ESSE VÍDEO É TUDO DE BOM!!! SOCORRO!!! Meu vício do momento  
Inclusive tô super viciada nessa música! Esse é o vídeo mais SEXY de markjin que eu já vi!
A edição é incrível, e nele tem os momentos mais "perigosos" desse OTP (okay, talvez
tenha faltado aquele que o Jinyoung morde o Mark na piscina) hahahahaha


Bônus 1: Stage de Paradise (Mark, Jinyoung e Yugyeom)

Quando o Jinyoung colocou o braço em volta dos ombros
do Mark e o Mark sorriu, eu sorri feito uma idiota hahaha
Sei lá, mas pra mim esse simples ato confirmou tudo.


Bônus 2: Jinyoung dançando Paradise durante o fansign

Prestem atenção nos olhares do Jinyoung...

Um jogo de sedução...


...........................................................................................

Bom, encerrando Markjin e entrando no segundo tema dessa postagem, eu queria comentar um pouco sobre a tour que KARD vem fazer no Brasil

Se eu surtei muito quando soube? SIM!!!! EU SURTEI DEMAIS!!!

É uma pena eu não ter conseguido ingressos pro fansign que vai ter na minha cidade T.T

Pra quem não está sabendo, KARD (grupo misto de kpop) está vindo fazer uma tour no Brasil em Junho. Eles vão fazer fansign (sessão de autógrafos) em estados do nordeste (como Fortaleza, Salvador e Recife), também no Rio de Janeiro e um show em São Paulo. Antes dessa tour, em abril (ou seja, ainda nesse mês) eles vão debutar oficialmente e vão lançar um álbum especial para os fãs brasileiros (isso não é incrível? aaahhh) 

Quando lançados à venda, no dia 25 de março do mês passado, todos os ingressos se esgotaram em menos de 20 minutos! Eu fiquei muito chocada com isso! KARD tá podendo hein? hahaha 

Quem aí vai em algum fansign deles ou no show em São Paulo? E quem queria ir mas não conseguiu ingresso? 

Apesar de não ir, eu fiquei bem feliz com todo esse sucesso que eles estão fazendo por aqui, e espero que essa tour seja inesquecível para eles e para os fãs! 


Depois do grande sucesso Don't Recall, KARD conquistou 
o mundo, principalmente a America Latina!


......................................................................................

Bom, chegamos ao ultimo assunto dessa postagem. Antes das aulas começarem, euzinha fiz um caderno que está sendo o meu diário do TCC. Queria mostrar pra vocês o quão bonito ele ficou:




Os materiais utilizados para fazer o caderno foram: papel paraná (capa), papel craft, papel ofício (para o miolo), linha urso tingida de verde e tinta guache (para o lettering, que foi feito com pincel fino).

Na verdade, não fiz só o caderno, também fiz uma pasta e dois post its: 


Dou 1 real pra quem acertar o que significa o M e o J kkkkkkk
Nem preciso dizer né? Pra quem me conhece é bem óbvio

Ainda estou aprendendo e espero melhorar cada vez mais, assim posso ganhar dinheiro com isso ashuashuas 

Bom pessoal, então é isso, não sei quando volto mas eu sempre volto, não é? Esperem pelo meu comeback kkkkkkk Até mais!