terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Postagem especial – Kim Hyun Joong no Brasil (vídeos)



Oi pessoal, como vão? Tudo bem?

Lindooooo!!!!!

Hoje trago uma postagem especial. Como vocês já devem estar cansados de saber, eu sou fã do Kim Hyun Joong. Porém, como sou também uma pobretona (rsrs), infelizmente não pude ir à sua apresentação no 2K13 FELL KOREA em São Paulo.

Já que não pude ir (frustração total rsrs), a única coisa que me restava fazer era procurar que nem uma louca por atualizações de fotos e vídeos (fancam) no facebook e no Youtube. Felizmente, encontrei um ótimo material que me permitiu curtir meu querido ídolo Hyun Joong com seu belo desempenho em solo brasileiro.

Aqui estão os melhores vídeos:

obs: A ordem dos videos está de acordo com as apresentações.

Do you like that

Lucky guy

 Kiss kiss

Please

Break Down

Créditos: LOVEMIH4EVER
(LOVEMIH4EVER, muito obrigada por compartilhar os vídeos! Eles são simplesmente incríveis!!!)


Mais uma fancam de Do you like that:


Créditos: biasamufa


Bonus: Apresentação completa (Créditos: viihtelles1)


Observações:
Como vocês podem ver, animação é o que não falta. Com certeza Hyun Joong levou uma ótima impressão de seus fãs brasileiros.

Momentos engraçados e fofos:
Minuto 7:18 do vídeo, alguém diz: TIRA LOGO ESSA BLUSA, TÁ CALOR <=== LOL LOL LOL (ri muito com isso)
Minuto 7:29, temos um lindo coro: KIM HYUN JOONG! KIM HYUN JOONG! KIM HYUN JOONG!
Minuto 22:15, final da apresentação, alguém diz: HYUN JOONG VOLTA! <==== LOL LOL LOL (oh God, eu também queria dizer isso! ashuashuashu)
Bom, para aqueles que disseram que ele não foi simpático, só tenho uma coisa a dizer: MENTIROSOS!
Pelos vídeos claramente pode-se ver que Hyun Joong interagiu com os fãs, acenou, mandou beijo, sorriu, e no final, juro que até senti que ele parecia querer ficar mais um pouco rsrs
Pode até ser que ele não tenha sido tão receptivo como os outros cantores que se apresentaram antes dele, mas não se esqueçam que Hyun Joong é TÍMIDO.
Algumas fãs relataram que na performance de Break Down, Hyun Joong estava tentando ficar sério, mas não conseguia parar de sorrir quando dançava a parte "hot" da coreografia, onde todas as garotas gritavam mais (que fofo!).


Obs. Importante: Ainda estou esperando pelos vídeos que foram gravados pela equipe HJBR, provavelmente serão vídeos incríveis (até mesmo melhores que os vídeos que eu postei aqui). Então, fiquem de olho no site: Hyun Joong Brasil (várias fotos já foram postadas por lá *-*).


Bom, pessoal, por hoje é só, espero que aqueles que compartilham a mesma paixão que eu tenham gostado dessa postagem. 
Até mais!



sábado, 23 de fevereiro de 2013

Enfen Lied (anime)


Atenção: Esse anime é classificado como impróprio para menores de 18 anos.


Hello pessoal!
Há algum tempo atrás, quando postei aqui no blog a resenha do anime School Days, prometi que também faria uma resenha do anime Elfen Lied.
Bem, aqui estou eu. Finalmente cumprindo com o que prometi.



Título: Elfen Lied 
Autor: Lynn Okamoto 
Gênero: Seinen, drama, ecchi, horror, psicológico
N° de episódios: 13 
Emissora de TV: AT-X 
Direção: Mamoru Kanbe 
Estúdio: GENCO, VAP e Seion studio 
Período de emissão: 25 de julho de 2004 à 17 de outubro de 2004




Sem dúvidas, Elfen Lied foi o anime mais sangrento que eu já vi até hoje. A série (mangá) foi criada pelo mangaka Lynn Okamoto e posteriormente adaptada para anime com 13 episódios e uma OVA.

Elfen Lied foi um dos primeiros animes que eu assisti pelo PC e o segundo anime que eu assisti depois de Inuyasha (o primeiro foi School Days). Nessa época, eu já estava tão chocada com o final trágico e sangrento de School Days, que quando comecei a assistir Elfen Lied, as cenas violentas já não me assustavam tanto assim, apesar de que eu assistia o anime pelas altas horas da madrugada (rsrs tenso).
Dica: Sempre assista seus animes, séries e dramas preferidos de madrugada, desse jeito, as coisas ficam muito mais emocionantes rsrs

Não tenho palavras para descrever as diversas sensações que pude sentir ao acompanhar cada episódio de Elfen Lied. Foi uma das experiências mais incríveis e mais insanas que já tive.



Tudo começa com a fuga de Lucy. Ela é uma espécie de mutante chamada diclonius. Esses mutantes, apesar de assemelharem-se a seres humanos normais, possuem dois pequenos chifres em sua cabeça, além disso, tem cabelos cor de rosa ou avermelhado, possuem um sexto sentido aguçado e uma habilidade especial, que se manifesta através dos vectors. (E pelo que tudo indica, os vectors só se manifestam em fêmeas).


Lucy e seu olhar maligno Muahahaha
Vectors são “braços invisíveis”, ou seja, são como uma extensão do corpo que não pode ser vista a olho nu, um resultado da mutação na glândula pineal. A quantidade e extensão (alcance) desses “braços invisíveis” podem variar (no caso de Lucy, ela possui 13 vectors, cada um com 2 metros de alcance). Os vectors são estruturas tão fortes que podem entortar metais e dilacerar o corpo de um ser humano, mutilando-o da forma mais violenta e sanguinária possível.


assustador  0.o

Lucy foge de um enorme centro de pesquisa localizado numa ilha isolada e protegido por seguranças armados. Ela estava confinada lá há muito tempo, sem sequer ver a luz do dia. Para conseguir escapar, Lucy mata dezenas de seguranças e outros funcionários do lugar. Antes de cair de um penhasco à beira mar, a jovem diclonius é atingida por um tiro na cabeça (que não a atinge diretamente na cabeça, e sim na máscara de ferro que ela está usando).



Kouta é um rapaz gentil e protetor. Sofreu um grande trauma na infância que está intimamente relacionado à morte de seu pai e de sua irmã mais nova. Depois de alguns anos, resolve voltar para sua cidade natal por causa da universidade e lá reencontra sua prima Yuka, que é apaixonada por ele desde que os dois eram crianças. Kouta vai morar numa antiga pensão desocupada que foi cedida pela mãe de Yuka. A pensão fica próxima à praia, e é lá que eles encontram Lucy pela primeira vez.


Kouta

Quando se deparam com uma garota (Lucy) completamente nua e sozinha na praia, Kouta e Yuka resolvem ajudá-la e a levam para morar na pensão. Porém, a garota age como se fosse uma criança e não sabe falar nada a não ser a palavra “Nyuu”. É por esse motivo que eles resolvem chamá-la de Nyuu. A proximidade de Nyuu e Kouta acaba deixando Yuka com ciúmes.


Yuka

Nyuu (Lucy) tem uma personalidade doce e meiga (bem diferente de sua antiga personalidade assassina). Isso acontece por que ao levar o tiro na cabeça, Lucy acabou desenvolvendo uma segunda personalidade (Nyuu).


Nyuu
Lucy
Percebam que a diferença de personalidade também se reflete na expressão facial: Enquanto Nyuu possui os olhos grandes e a face de uma criança inocente, Lucy possui olhos menores (sombrios) e a face de uma pessoa madura, muitas vezes até assustadora.

As coisas parecem estar indo bem até que Lucy começa a ser caçada pela organização que a mantinha presa do centro de pesquisa. Devido ao seu alto grau de periculosidade, ela deve ser levada de volta ou então exterminada.

Personagens secundários de destaque:


Kurama
Kurama – Chefe do centro de pesquisa que estuda e faz experimentos sórdidos com diclonius. Ele é contaminado pela mutação e acaba gerando uma filha diclonius.


Nana
Nana – Uma diclonius fofa e boazinha (combinação muito rara rsrs). Ela considera Kurama como seu pai e faz tudo o que ele pede, inclusive vai atrás de Lucy e tenta capturá-la.


Mayu
Mayu – Uma garota tímida que sofreu muito ao ser abusada sexualmente pelo seu padrasto. Fugiu de casa e foi morar nas ruas. Posteriormente, assim como Lucy, foi acolhida por Kouta e Yuka na pensão.


Bando
Bando – Um agente especial encarregado de caçar Lucy. Ele é extremamente sádico, cruel e mal-caráter, só pensa em matar e se divertir matando.


Mariko
Mariko – É filha de Kurama e a diclonius mais poderosa (tem o dobro dos vectors de Lucy com alcance de 11 metros). Vive confinada no centro de pesquisa.



Quando se sente ameaçada, Nyuu se transforma em Lucy, e ela volta a ser a assassina sanguinária que utiliza seus vectors para mutilar corpos e matar pessoas. Lucy não tem piedade de ninguém, age como uma fera selvagem e cruel, porém, existe uma pessoa que a impede de sucumbir em seu próprio ódio e desespero: Kouta.

Kouta e Lucy foram amigos de infância e compartilharam um sentimento muito especial. Lucy era uma criança extremamente infeliz e sofreu muito nessa época, porém, ela teve um único amigo, Kouta, e essa amizade acabou terminando de um modo extremamente trágico.


Lucy quando era criança. Seu nome verdadeiro é Kaede.

Kaede e Kouta
O mais interessante dessa série não é a violência gratuita (por mais que isso esteja presente o tempo todo e consequentemente nos deixe em estado de choque rsrs), e sim a construção da personagem principal. Além disso, Elfen Lied bate o recorde quando se trata de traumas de infância (ops! acabei de me lembrar de Monster agora! rsrs).





Em nenhum momento consegui odiar Lucy. Ela era simplesmente uma vítima da “humanidade”, e mesmo que tenha se transformado numa assassina que beira à monstruosidade, na verdade meus sentimentos em relação a ela se limitavam à pena, compaixão e principalmente o desejo de que ela pudesse tirar todo aquele peso que carregava sobre suas costas, ou seja, libertar-se da culpa, da dor, da solidão e do próprio instinto assassino que não a deixava viver em paz. Tudo o que Lucy precisava era se libertar de seu grande tormento. Lucy foi renegada pelo mundo, sofreu tantos traumas inimagináveis que a ferida em sua alma nunca cicatrizou. Nela foram despertados os piores sentimentos que um ser racional pode ter. Nesse caso, pode-se dizer que há um rompimento de personalidade/identidade: Lucy queria destruir a humanidade que a renegou, mas ao mesmo tempo, queria apenas ser aceita por ela. Lucy precisava do perdão de Kouta, mas mesmo que o obtivesse, nunca perdoaria a si mesma. Ela era o que era, e isso, de fato, nunca mudaria.









Ainda não tive oportunidade de ler o mangá, mas fiquei sabendo que alguns acontecimentos no anime diferem-se do mangá e vice-versa (até mesmo personagens extras).

Elfen Lied certamente é o tipo de anime que fica guardado na memória para sempre, pois é muito chocante, único e inigualável. Consequentemente, acaba nos deixando uma marca profunda.

Como eu já mencionei aqui no blog em outra postagem, a abertura de Elfen Lied é a minha preferida, pois até hoje não vi nenhuma abertura mais ousada e cheia de significado quanto essa. 

Música: Lilium 
Letra (em latim): Kayo Konishi
Melodia: Yukio Kondou
Interpretação: Kumiko Noma

Confiram a seguir:




Elfen Lied - Símbolos

Quem não gosta de um belo jogo de imagens, cheio de mistérios e sujeito a diversas interpretações?
Pois é, a abertura de Elfen Lied nos proporciona a intrigante sensação de  que "há algo por trás de tudo isso". 
Para os fãs desse anime, que já devem saber desse fato "de cor e salteado", a abertura de Elfen Lied utiliza diversas obras do pintor simbolista Gustav Klimt.

Confiram algumas delas:








créditos: Elfen Lied Brasil <=== visitem!

Como vocês podem ver, as imagens são realmente muito intrigantes, sendo que cada um pode ter sua própria interpretação sobre o que de fato Mamoru Kanbe quis transmitir através dessas comparações com obras famosas de Gustav Klimt.

Porém, algo que sempre me intrigou muito mais do que isso foi o símbolo feito com as mãos de Lucy (que também aparece na cena do último episódio do anime):




Que símbolo é esse?
Pesquisando por aí, descobri que esse símbolo foi muito utilizado pelo pintor El Greco, e que provavelmente Mamoru Kanbe quis homenageá-lo. Porém, na verdade (minha própria opinião agora), acho que foi algo muito mais profundo do que isso, pois há diversas especulações sobre o que de fato possa significar esse símbolo, e algumas delas são:

  • Sinal secreto de alguma organização antiga (judaístas, ou satanistas, ou maçons, ou qualquer outra);
  • Arrependimento dos pecados e perdão (simbolizado também pelo abraço);
  • Solidão e sentimento de culpa;
  • Proteção maternal;
  • Imortalidade e poder de Deusas pagãs (ou até mesmo da Virgem Maria);
  • Símbolo de "anti - paz", ou seja, destruição e sofrimento.

E aí? O que vocês acham? Qual das teorias acima é o verdadeiro motivo de Mamoru Kanbe ter utilizado esse símbolo?

Bom, se vocês querem saber da minha opinião sobre isso, eu fico com a opção "Arrependimento dos pecados e perdão".



Cosplay FANTÁSTICO!!!!

Confiram a seguir a versão estendida da música de abertura (Lilium):



Letra:


Lilium




Os iusti meditabitur sapietiam
Et lingua eius loquetur indicium

Beatus vir qui surffet tentationem
Quoniqm cum probates fuerit accipient coronam vitae

Kyrie, fons bonitatis
Kyrie, ignis divine, eleison

Oh quam sancta
Quam serena
Quam benigma
Quam amoena
Esse virgo creditur

Oh quam sancta
Quam serena
Quam benigma
Quam amoena
Oh castitatis lilium

Tradução:

Lírio



A boca do justo fala de sabedoria
E sua língua falará o julgamento

Bem-Aventurado o homem que suporta a tentação
Depois de ser testado irá receber a coroa da vida.

Oh Senhor, fonte de bondade
Senhor, fogo divino, tenha piedade

Oh quão santa
Quão serena
Quão generosa
Quão agradável
Que virgem

Oh quão santa
Quão serena
Quão generosa
Quão agradável
Oh puro lírio



Essa música sempre me arrepia, é como voar, só que em meio ao inferno, assustador e fascinante ao mesmo tempo. Há um tempo atrás, eu até chorava ao ouvi-la.




Bom, pessoal, vou ficando por aqui. Espero que tenham gostado dessa humilde resenha. Como já faz algum tempo que assisti esse anime, não sei exatamente se minha análise está correta, porém, o que escrevi aqui é reflexo do que o anime conseguiu me transmitir. 

Até mais! Fui!







terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Kim Hyun Joong no Brasil


Oi pessoal! Olha eu aqui de novo!

Bom, sei que estou um pouco atrasada com essa notícia, mas não se enganem, eu já sabia disso há muito tempo, porém minha frustração não me permitiu fazer uma postagem antecipada sobre esse maravilhoso acontecimento.


Em comemoração aos 50 anos de imigração coreana no Brasil, a KOFICE em parceria com o Ministério da cultura, esporte e turismo da Coréia promoverão o evento 2K13FELLKOREA, onde haverá um Workshop de dança e maquiagem k-pop, além de um show com a presença de estrelas do k-pop: Kim Hyun Joong, Ailee, Baechigi e Ongals. O show acontecerá no dia 24 de fevereiro de 2013, às 20:00 no Clube Esperia Salão Social (Zona leste de São Paulo). 
Mais informações, visitem: Hyun Joong Brazil

vídeo de divulgação do evento:


Isso mesmo! Hyun Joong virá para o Brasil e fará uma apresentação, cantando e dançando algumas de suas músicas. Estou realmente feliz que o meu ídolo virá ao meu país. Nunca imaginei que isso pudesse acontecer tão cedo. Na verdade, todas as fãs (henecias) brasileiras foram pegas de surpresa com essa notícia. Alguns nem acreditavam que isso pudesse ser verdade (achavam que eram apenas boatos). Porém, depois da confirmação no site oficial (atualização da agenda de Hyun Joong), os fãs começaram a crer que o inimaginável estava prestes a acontecer.

Quando penso que daqui a pouquíssimos dias Hyun Joong estará pisando em solo brasileiro, sinto uma emoção tão grande que me dá vontade de chorar. É algo inacreditável para mim, e o pior de tudo é que mesmo ele estando aqui no Brasil, ainda assim não poderei vê-lo.

O dinheiro para comprar o ingresso não seria problema, mas infelizmente eu moro muito longe de São Paulo, por isso o custo da passagem de avião e hospedagem seria algo inviável para mim (essa é uma das milhares de desvantagens de ser pobre rsrs).

Mas de qualquer forma, estarei torcendo para que tudo dê certo e que meu querido Hyun Joong seja muito bem acolhido pelas fãs brasileiras. Meu desejo é que as henecias do Brasil mostrem todo o seu amor e devoção para com o nosso ídolo, assim ele poderá pensar na possibilidade de visitar o país outras vezes, seja para fazer shows ou quem sabe até passar suas férias aqui (rsrs).

Não posso esconder a minha grande frustração por não poder ir à apresentação do meu ídolo. Sim, estou muito frustrada. Sinto-me triste e feliz ao mesmo tempo.

Nota pessoal (desabafo):Ultimamente parece que estou andando numa corda bamba, pois às vezes tenho muita sorte, e outras vezes, muito azar. Isso definitivamente está me deixando muito cansada e desgastada, pois preciso ficar buscando um ponto de equilíbrio o tempo todo, e mesmo assim, até agora não obtive sucesso.

Bom, para aliviar as frustrações, que tal assistir a algumas maravilhosas apresentações de Hyun Joong?

Confiram a seguir:

Do you like that


Kiss Kiss


Love


 Lucky guy


 Please


Bom, pessoal, por hoje é só. Aguardem novas postagens e... Boa semana a todos!
Bye! ^^




segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Comentários sobre dramas


Oi pessoal, tudo em ordem por aí?
Ultimamente tenho assistido muitos dramas coreanos. Meu vício é tão grande que até esqueço dos animes e séries que eu deveria estar acompanhando também rsrs Estou perdendo noites de sono!
É por isso que resolvi comentar um pouco sobre os doramas que estou vendo. Confiram a seguir:


Beethoven Vírus


Comecei a assistir esse drama só por causa do Kim Myung Min (protagonista de King of dramas e Bad Family). Nos primeiros minutos do episódio 1, até pensei em desistir, mas à medida que a história foi se desenvolvendo, fiquei completamente presa à trama (e principalmente à trilha sonora incrível, afinal, é um drama sobre Orquestras!) Maestro Kang é minha paixão! Sério! Adoro ele, mesmo sendo um arrogante, chato, cruel e perfeccionista rsrs Isso porque no fundo ele tem um coração de ouro! (e também por causa da atuação incrível de Kim Myung Min, é claro rsrs).  Porém, nesse drama, existe um personagem que eu me esforço para gostar, mas não consigo: Kang Gun Woo (o aprendiz do maestro). Não sei por que, mas não consigo gostar dele!


Queen of ambition


Drama novo! (substituto de King of dramas na SBS) Ainda está em lançamento e até agora só assisti  7 episódios. A história é boa, porém sinto que ainda está faltando algo. De qualquer forma, continuarei acompanhando-o, pois acredito que as coisas ainda vão “esquentar”.


The painter of the Wind


Comecei a assistir esse drama só por causa da protagonista: Moon Geun Young (atualmente sou muito fã dessa atriz). Deparei-me com algo surpreendente: Um drama histórico sobre desenhistas/pintores! (e não são pintores comuns, são Hwawon, artistas que servem a realeza na era Joseon!) Eu, que gosto muito de desenhar, fiquei completamente fascinada! 
Agora, misturem tudo isso com um tema polêmico: Bissexualidade. Sim, isso mesmo! As coisas parecem muito mais complexas do que se pode imaginar! Apesar de eu ainda estar nos primeiros episódios, tenho certeza que esse drama promete grandes emoções.


That Winter, The Wind Blows


AAAAAAAAAAHHHHHHHHH! EU AMO ESSE DRAMA!!!!!
Desculpem o escândalo, mas é que esse drama me pegou completamente desprevenida! Sinceramente, eu não imaginava que pudesse ser tão bom. E o pior de tudo é que esse drama é novíssimo! Até agora só foram lançados 3 episódios e eu já estou morrendo de tanta ansiedade para ver a continuação!  O que fazer nessas horas? O que fazer?
That Winter, The Wind Blows é um drama tão perfeito que o mundo pode até estar acabando ao meu redor, mas eu simplesmente não consigo parar de assistir! Foi amor à primeira vista!

* 5 motivos para assistir (e se apaixonar) por That Winter, The Wind Blows:

1. O enredo
That Winter, The Wind Blows é um remake de um drama japonês chamado I Don’t Need Love, Summer. Em 2006, já havia sido lançado um filme coreano chamado Love Me Not, que também é baseado nesse drama (para quem quiser assistir o filme legendado em português, aqui está o link: http://www.youtube.com/watch?v=rO-_gf2FYmI Por coincidência, a protagonista é a minha querida Moon Geun Young). É um romance melodramático entre uma jovem rica que possui deficiência visual e um vigarista que  finge ser seu irmão no intuito de roubar sua fortuna.

2. A protagonista
Quando soube de quem se tratava, fiquei muito espantada! OMG! É a mesma atriz de Autumn in my heart! Ela se chama Song Hye Kyo. O que mais me chocou foi a fato de ela estar tão bonita! Passaram-se 13 anos (Autumn in my heart foi exibido em 2000) e ela está mais bonita do que quando tinha 20 anos! Sério! Acho que ela é a atriz coreana mais bonita que eu já vi! E além de tudo, sua atuação é de alto nível! Ela desempenha com maestria seu papel de garota cega.





 3. O protagonista
Quando eu o vi pela primeira vez, tive uma sensação estranha de que já o conhecia de algum lugar. Por isso resolvi pesquisar sobre ele e por incrível que pareça, não vi nenhum de seus trabalhos anteriores (então de onde eu o conheço?). Provavelmente ele seja apenas parecido com algum outro ator que já vi (essa é a única explicação rsrs).
Algo que me chamou bastante atenção nesse ator foram suas expressões faciais incomuns. Ele tem uma maneira bem diferenciada de  expressar suas emoções. Seu charme sempre me deixa hipnotizada. Seu estilo (figurino) também foi algo que se destacou aos meus olhos.



4. Kim Bum
Sabe aquele bonitinho que atuou como um dos F4 em BBF? Sim, é ele mesmo! Kim Bum!
E minha maior surpresa foi ver o quanto ele está maravilhoso nesse drama! Seu estilo está completamente diferente de quando ele atuava em BBF. Está muito mais bonito, mais rebelde e mais   estonteante!


Kim Bum é o charme em pessoa rsrs

5. A produção
Pode-se dizer que o conjunto da obra está tecnicamente perfeito, com direito a efeitos cinematográficos e tomadas de ângulos diferentes e favoráveis à captação das diversas expressões dos personagens. Além disso, a grande preocupação com o figurino, os cenários e a trilha sonora é realmente impressionante. (O único drama que eu assisti que é comparável a ele nesse quesito é I miss you).









Bom pessoal, por hoje é só, vou ficando por aqui. Aguardem novas postagens, até breve!




quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Secret Garden (k-drama)


Oi pessoal, tudo na mais perfeita ordem? Sim? Não?
Hoje trago mais uma resenha de drama coreano, e ele se chama Secret Garden!



Título: Secret Garden
Gênero: Comédia, romance, fantasia
Escritor: Kim Eun Sook
Diretores: Shin Woo Chul e Kwon Hyuk Chan
País de origem: Coreia do Sul
Principais do elenco:
Hyun Bin como Kim Joo Won
Ha Ji Won como Gil Ra Im
Yoon Sang Hyun como Oska
Kim Sa Rang como Yoon Seul
Lee Philip como Im Jong Soo
Lee Jong Suk como Han Tae Ssun
Yoo In Na como Im Ah Young
Kim Ji Sook como Moon Yeon Hong
Park Joon Geum como Moon Boon Hong
Kim Sung Oh como Secretário Kim Sung Woo
Choi Yoon So como Kim Hee Won
Kim Sung Kyum como Moon Chang Soo
N° de episódios: 20
Período de emissão: 13 de novembro de 2010 à 16 de janeiro de 2011
Emissora de TV: SBS




Alguém aqui não conhece Secret Garden? Pois é, esse drama é bastante famoso, porém, apesar de tudo, eu fui bastante relutante em assisti-lo.

Alguns podem estar se perguntando: Como assim, você não queria assistir esse dorama?
Isso mesmo, não queria. Admito que tinha um certo preconceito em relação a esse drama por causa do clichê “troca de corpo”.

A temática do drama já foi abordada tantas vezes que eu fiquei com receio de assistir e me decepcionar (pelo simples fato de não ter nada de novo na história).

É claro que quando eu tomei coragem para ver esse drama, bastaram alguns minutos do primeiro episódio para que eu ficasse interessada tanto no enredo quanto nos personagens. E sim, apesar do clichê, tem muita coisa nova, muita coisa interessante, engraçada e muita coisa absurda também rsrs.




Secret Garden conta a história de duas pessoas (um casal) completamente diferentes, que, num momento inoportuno, trocam de corpo e acabam arranjando muitas confusões por causa desse “incidente”. Paralelamente à história dos protagonistas, temos a história de um cantor famoso e mulherengo que não consegue esquecer seu amor do passado, e também a história de um dublê apaixonado por sua colega de trabalho, a qual não corresponde aos seus sentimentos.

Gil Ra Im é uma dublê de filmes de ação. Uma mulher forte e determinada, porém de coração mole. Além disso, é órfã e vive numa pequena casa que divide com sua melhor amiga. Seu chefe é secretamente apaixonado por ela e sempre tenta protegê-la, apesar de que sua profissão por si só já envolve muitos riscos.


Gil Ra Im

Kim Joo Won é o presidente de uma grande loja de departamentos. Um homem rico, excêntrico e cheio de manias, que se acha o centro do universo. Tem um primo cujo nome artístico é Oska, que é um cantor famoso e está sempre envolvido em escândalos (principalmente relacionados a mulheres). Além disso, Joo Won possui uma mãe super-protetora e cruel.


Kim Joo Won


Personagens secundários:



Oska, o primo problemático de Kim Joo Won.
Yoon Seul, o grande amor de Oska.
Jong Soo, o chefe de Gil Ra Im , que é secretamente apaixonado por ela.
Han Tae Ssun, um cantor talentoso que se apaixona por Oska.
Sung Woo, o secretário de Kim Joo Won.
Ah Young, melhor amiga de Gil Ra Im e namorada do secretário.
Moon Boon Hong, a mãe perversa de Joo Won.

Num certo dia, o excêntrico Joo Won, a pedido de seu primo Oska, vai até a um set de filmagens para falar com uma atriz (que já foi namorada de Oska). Porém, Joo Won confunde a atriz com a dublê (pois elas estão usando roupas idênticas), e desta forma acaba conhecendo Gil Ra Im. Por coincidência, Gil Ra Im é uma fã de Oska, o que torna as coisas ainda mais confusas.

Após descobrir que Gil Ra Im não é a pessoa que ele procurava, Joo Won fica irritado e os dois começam a se desentender. Joo Won percebe que está se sentindo atraído pela dublê, porém, sendo ele um homem teimoso e excêntrico, não admite que possa estar apaixonado por uma mulher tão simples (ele insiste em dizer que ela não faz o seu tipo rsrs). A partir daí, Joo Won começa a pensar nela o tempo todo (ele a vê em todos os lugares), e para sanar sua obsessão, resolve importuná-la e persegui-la aonde quer que ela vá. Gil Ra Im também se sente atraída por Joo Won, porém ela não admite seus sentimentos nem sob tortura, afinal, quem se apaixonaria por um louco perseguidor que se veste tão mal? (rsrs) Por esse motivo, quando se veem, os dois sempre discutem.






Por obra do destino, Gil Ra Im acaba ganhando num sorteio uma viagem à ilha de Jeju, onde seu acompanhante será ninguém menos que o próprio Oska.

Enciumado, Joo Won resolve seguir Ra Im até a ilha, onde os dois se perdem num bosque chamado “Secret Garden” (jardim misterioso), que esconde um restaurante muito estranho. Nesse restaurante, Ra Im recebe de presente duas garrafas de licor de flores, e uma delas é roubada por Joo Won.

Depois de deixarem o restaurante, os dois bebem o licor. No dia seguinte, acabam acordando com os corpos trocados. A alma de Gil Ra Im se transporta para o corpo de Joo Won, e a alma de Kim Joo Won transfere-se para o corpo de Ra Im.




Agora vocês podem estar se perguntando: O que fazer quando o/a homem/mulher que você odeia (ama) está no seu corpo?
Se as coisas já eram confusas antes, imaginem depois desse trágico incidente!


ops! ... Espera! Não é nada disso que vocês estão pensando

A primeira coisa (óbvia) a fazer para reverter esse feitiço seria... Beijar, certo? Pois é exatamente isso que eles fazem, porém... Não funciona!



Como não há nada que eles possam fazer para voltar à normalidade (até porque o restaurante misterioso também sumiu do mapa), os dois terão de se adaptar à suas novas vidas.
Enquanto Gil Ra Im terá de viver como o presidente da loja de departamentos e herdeiro de uma grande fortuna, Kim Joo Won trabalhará como dublê e terá de ir morar num casebre junto com uma garota.

“Clara como a água” seria dizer que o plano de viver a vida do outro não vai dar certo, né?

Isso mesmo. Os dois acabam estragando a imagem um do outro. No começo as coisas podem até ser consertadas com algumas desculpas esfarrapadas, porém, à medida que o tempo passa, fica  mais difícil esconder dos amigos e familiares a verdadeira identidade dos dois.

O mais engraçado de tudo é ver Hyun Bin atuando como mulher e Ha Ji Won atuando como homem, os dois realmente conseguem incorporar a personalidade e os trejeitos dos personagens, permitindo que os espectadores reconheçam suas características. 


Um homem não precisa cobrir a parte de cima rsrs
Situação embaraçosa rsrs

Além disso, quando estão juntos, esse casal tem uma química fascinante.




Ao longo da trama, Kim Joo Won e Gil Ra Im tornam-se cada vez mais ligados. O sentimento que nenhum dos dois estava disposto a admitir se torna tão evidente que já não há como fugir do inevitável. Ambos estão apaixonados, e apesar de todas as dificuldades que encontram pelo caminho (até porque os dois são como água e vinho), conseguem confronta-las e superá-las, conquistando um final feliz.




Nos últimos episódios do drama, os espectadores são surpreendidos com o verdadeiro motivo de Gil Ra Im e Kim Joo Won terem trocado de corpo (sim! Eles não trocaram de corpo só por acaso! Existe uma explicação!).  Além disso, uma das cenas mais lindas do drama acontece no episódio 17, onde Joo Won toma uma decisão muito difícil para salvar a vida de sua amada (oh! Isso foi praticamente um spoiler! desculpe!).


Hyun Bin

Bom, que tal agora falarmos sobre... Hyun Bin?


Quando o vi pela primeira vez, eu pensei: É esse o protagonista? Ele não é nada bonito!
Até hoje me arrependo amargamente de ter pensado desta forma, afinal, não demorou muito tempo para que eu estivesse completamente apaixonada por ele rsrs

Para ser mais exata, eu me apaixonei depois dessa cena:


Hyun Bin me conquistou com sua bela atuação e o seu jeito doce. O empresário excêntrico se transformou, diante dos meus olhos, num príncipe encantado.

Secret Garden foi um drama que me surpreendeu, simplesmente pelo fato de não ser aquele clichê que eu imaginava que seria. O que temos, na verdade, é uma maravilhosa comédia romântica que mescla fantasia e realidade.



É óbvio que apesar das coisas boas, também devemos prestar atenção nas coisas ruins, como por exemplo, o andamento descompassado da história. Algumas vezes eu ficava entediada com o enredo, que parecia “se arrastar” (isso também pode ser chamado vulgarmente de embromação kkkk). Gil Ra Im e Kim Joo Won demoraram muito tempo para se entender (algo desnecessário, já que quando estavam juntos, só faltava "sair faíscas" kkkk), e algumas vezes a história focava-se nos personagens secundários de uma forma intensa demais (para não dizer irritante).





De qualquer forma, mesmo com os pontos débeis, recomendo fortemente esse drama. Secret Garden está repleto de cenas bonitas e marcantes, e a história é interessante (como eu sempre digo, é isso que importa rsrs). Sem falar que a trilha sonora é perfeita! (mais que perfeita!)

Confiram a seguir as minhas músicas preferidas:


That Woman

That Man (versão de That woman cantada por Hyun Bin)

Here I am

Scar

You are my spring

(pelo visto, são quase todas as músicas do drama rsrs)



Bom, pessoal, acho que vou ficando por aqui, espero que tenham gostado da minha resenha. 

Até mais!