sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Resenha de filme: Nunbal

Olá pessoal! Como vão?

Hoje estou aqui para fazer uma pequena resenha de um filme... Bom, ou pelo menos tentar fazer uma.

*Respira fundo* Isso não vai ser nada fácil.


Nome: A Stray Goat (Nunbal)
Protagonistas: Jinyoung (Min sik) e Ji Woo (Ye Joo)
Diretor: Jo Jae Min 
Escritor: Jo Jae Min
País: Coreia do Sul
Data de lançamento: 1 de março de 2017

Sinopse:
Em um dia de inverno, o estudante do ensino médio Min-Sik e sua família se mudaram para Goseong. A cidade é a cidade natal de seu pai. Na escola, Min-Sik encontra Ye-Joo. Ye-Joo é uma menina isolada e chamada de "filha do assassino". Min-Sik lentamente se aproxima dela.




Eu não sei bem como começar essa resenha, então vou começar falando da minha relutância em assistir esse filme.

Como vocês já devem estar cansados de saber, Jinyoung é o meu utt bias de GOT7 (junto com o Mark, claro), e eu estava super hiper mega animada pra ver esse filme quando fiquei sabendo que Jinyoung estaria nele e ainda seria o protagonista. 

No entanto, à medida que o tempo foi passando e eu ficava esperando pelo lançamento do filme lá na Coreia, ou pelas legendas em português... Aos poucos eu fui ficando relutante em ver o filme. Estranho, não é?

Eu não sabia se tinha ficado relutante por causa do meu amor pelo Jinyoung (por que sempre que o vejo atuar meu coração se derrete todo e às vezes eu queria apenas assistir o filme sem todos esses sentimentos que eu tenho por ele, sem ficar olhando pra ele e o admirando que nem uma idiota haha) ou se foi minha intuição. Eu não vi spoilers nem nada, no entanto, demorei um bocado para “criar coragem” de assistir o filme, mesmo que ele já estivesse lá, bonitinho, baixado e guardadinho no meu computador.



Quando terminei de assistir o filme, finalmente percebi o motivo da minha relutância, foi intuição, definitivamente.

Bom, vamos lá... Como eu posso começar sem dar spoiler... Eu realmente não sei rsrs

Vou falar sobre os personagens.

O personagem interpretado pelo Jinyoung, Minsik, é um menino doce, mas que ao mesmo tempo tem uma tendência natural para se meter em problemas e agir de maneira equivocada. Ele não é mau, pelo contrário, ele tem um coração bom, mas ele é... Eu diria que ele é muito imaturo.

A personagem interpretada por Ji Woo, Ye joo, é uma menina sofrida, vista por todos como a filha de um assassino. Maltratada pelos seus colegas de sala e discriminada até pelos adultos da pequena cidade de Goseong, ela vê em Minsik um apoio, um protetor, um fio de esperança na sua vida miserável.



(meu deus eu to tão revoltada com o final desse filme que eu não consigo fazer essa resenha direito, me desculpem *respira fundo mais uma vez*)

Apesar de não começarem se dando bem, Minsik e Ye joo acabam se tornando amigos ao longo da trama e é muito bonito ver como eles enxergam o belo nas coisas mais simples. Minsik chega na cidade com seus pais (seu pai é pastor da igreja) e começa a se meter em problemas por se envolver com os delinquentes da escola (ele é um menino problemático desde o começo). Mas é por causa desse envolvimento que ele conhece uma menina rejeitada por todos que desperta seu interesse, e faz com que ele queira protegê-la. Os dois se tornam amigos e cuidam de um filhote fofo de cabra juntos. 



Eu não sei dizer o que Minsik significou na vida de Ye joo, nem o que Ye joo significou na vida de Minsik. O que deveria ser uma amizade cálida, que acabaria por florescer num amor puro, tornou-se algo extremamente traumatizante e infeliz.  



A atuação dos dois foi realmente muito boa. Ótimas expressões, ótimo emparelhamento. No começo do filme tenho que confessar que eu só sabia ficar olhando para o Jinyoung e dizendo em pensamento o quanto ele estava bonito kkkk Mas o enredo do filme foi me puxando, e logo o Jinyoung se tornou Minsik, e logo o “filme do Jinyoung” se tornou Nunbal.

Quando terminei de ver o filme, meu coração estava tão pesado e rasgado, eu nem sabia se chorava ou se gritava de tanta frustração e raiva. Além do que nesses dias eu estou sem a minha maior fonte de felicidade (markjin), então tudo ficou pior. Demorei um tempo até conseguir me recuperar do trauma.

Se eu recomendo o filme? Não hahaha E nem é porque não tem um final feliz, até por que geralmente eu até gosto de finais dramáticos, afinal nem só de finais felizes os filmes são feitos, e os filmes coreanos então... No entanto, com Nunbal foi diferente, o final realmente foi o pior de todos. Eu fiquei frustrada, com raiva, muito triste, deprimida e com vontade de desver tudo o que eu tinha visto.

Bom, se você não quer spoiler, leia até aqui.


Atenção: Contém spoilers indiretos.

Nunbal me lembrou de um dos doramas cuja primeira fase foi uma das mais traumatizantes que eu já vi na minha vida. E esse dorama se chama I miss you. A história é praticamente a mesma, a filha de um suposto assassino, que sofre bullying na escola e é maltratada por todos, e o menino novo na cidade que chega para salvar a menina, ou pelo menos para partilhar a dor com ela. O “final” dessa história também é o mesmo. Se você já assistiu I miss you, então você sabe do que eu estou falando. É exatamente igual. Mas eu acho que Nunbal ainda me deixou mais revoltada. E eu nunca pensei que logo Nunbal iria me fazer reviver o dorama mais traumatizante que eu já assisti na vida. É por isso que foi tão difícil escrever essa resenha.

Da mesma forma que eu não consigo compartilhar bem o que sinto em relação à I miss you, também não consigo fazer isso com Nunbal. Eu perco a minha sanidade quando esse tipo de coisa acontece numa história. E eu estou ainda mais triste por que foi um filme do Jinyoung, logo o primeiro filme do Jinyoung. É angustiante pra mim, mas ao mesmo tempo me deixa orgulhosa por ele ter escolhido um filme de tamanha complexidade. Eu espero que ele possa continuar crescendo muito como ator, algo que ele já está fazendo. 



Okay... Ufa! Essa resenha foi difícil. Bem difícil, mas eu fiz por ser um filme do Jinyoung, só por isso.

Então vou ficando por aqui. Até mais pessoal! Boa semana a todos! ^^


2 comentários:

  1. Nossa... se esse filme foi comparado com I Miss You então tem uma carga emocional gigantesca, pq em I Miss You eu senti em todo momento uma angústia e um medo até o final do dorama, e fiquei completamente traumatizada por ele durante mts dias, mas mesmo assim eu gostei do dorama (de como ele foi traumático do começo ao fim, mas mesmo assim conseguiu me prender na história)
    Bom, não posso dizer q irei assistir a esse filme, mas talvez um dia darei uma chance para ele
    ~Eh isso e espero q traga alguma outra resenha de um filme um pouquinho mas de boas sabe? hahahahha
    Bjss ❤️

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria Beatriz, obrigada pelo comentário! ^^
      É... Realmente Nunbal vai ser aquele filme que eu vou lembrar com muita tristeza no coração. Mas sabe, depois de um tempo, quando a frustração passa, a gente até consegue lembrar das coisas boas do filme também. De qualquer forma, ainda é um filme que eu não recomendo, mas vale pela interpretação dos protagonistas.

      Excluir