sexta-feira, 8 de novembro de 2013

The return of Iljimae (k-drama)


Hello people! Estou de volta!

É com muita honra que hoje trago para vocês a resenha de The Return of Iljimae!

Título: The Return of Iljimae (Moon River)
Gênero: Histórico, romance, ação
Autor: Ko Young Woo (obra original), Kim Kwang Sik, Do Young Myung
Diretor: Hwang In Roe, Kim Soo Young
País de origem: Coreia do Sul
Principais do elenco:
Jung Il Woo como Iljimae
Yoon Jin Seo como Dal Yi / Wol Hee
Kim Min Jong como Goo Ja Myeong
Jung Hye Young como Baek Mae
Lee Kye Im como Gul Chi (mendigo)
Park Geun Hyung como Kim Ja Jeom
Park Chul Min como Wang Hyeong Bo
Oh Young Soo como Monk Yeol Gong
Kang Nam Gil como Bae Seon Dal
Lee Hyun Woo como Cha Dol Yi
Jun Soo Yeon como Soo Ryun
N° de episódios: 24
Período de emissão: 21 de janeiro de 2009 a 9 de abril de 2009
Emissora de TV: MBC


Tudo começou com o drama Flower Boy Ramyun Shop. Enquanto assistia a esse drama, fiquei completamente apaixonada pelo protagonista (Cha Chi Soo) interpretado por Jung Il Woo. Quando esse drama terminou, eu queria ver mais desse ator e por isso resolvi procurar outros trabalhos dele. Foi então que me deparei com The Return of Iljimae.


O motivo pelo qual eu escolhi The return of iljimae ao invés de outros trabalhos mais famosos de Jung Il Woo é muito simples: Segui minha intuição, que dizia que eu não deveria ignorar esse drama.

Para quem não sabe, existem duas versões de dramas que contam a história de Iljimae. Uma delas foi exibida pela SBS em 2008 e se chama Iljimae, já a outra foi exibida pela MBC em 2009 e se chama The Return of Iljimae. As duas versões não estão relacionadas.



Bom, como eu ainda não assisti a versão da SBS (mas pretendo assistir, afinal, Lee Jun Ki e Park Shi Hoo estão no elenco!), não posso comparar as duas obras e dizer qual é a melhor.

A única coisa que sei é que The Return of Iljimae foi uma obra bastante subestimada. Muitas pessoas achavam que esse drama seria a continuação do primeiro Iljimae, e quando perceberam que não era, resolveram deixa-lo de lado, o que explica a baixa audiência da série. A verdade é que muita gente conhece e fala sobre Iljimae, mas quase ninguém dá valor a The return of iljimae. E, por incrível que pareça, esse fato acabou me deixando ainda mais curiosa a respeito do drama.

Pesquisando por aí, acabei encontrando alguns comentários que afirmam que Iljimae foi bem melhor do que The Return of Iljimae, e que Lee Jun Ki foi melhor atuando como personagem principal. Já outros, afirmam que The return of iljimae foi muito melhor do que Iljimae, e que o caráter retratado por Jung Il Woo foi superior ao Iljimae de Lee Jun Ki.

E aí? O que vocês acham? Qual dos dois é o melhor? Eu mesma não posso julgar, pois ainda não assisti a primeira versão da SBS.

Mas deixando de lado essas comparações e focando-se no drama em si, posso dizer a vocês que The return of iljimae é, definitivamente, uma obra diferenciada.

A emissora que exibiu o drama (MBC) possui os direitos autorais da obra original. Isso significa que esse drama é baseado no manhwa (quadrinho coreano) publicado entre 1975 e 1977 que conta a lenda de Iljimae.



Quando comecei a assistir a esse drama, minha primeira impressão foi de que eu estava vendo um precursor de Gu family Book. Fiquei pasma quando vi certas semelhanças entre a história de Iljimae e a história de Choi Kang Chi. Tenho a impressão de que a escritora de Gu Family Book se inspirou nesse drama para escrever sua obra.

The return of iljimae é um drama muito diferente dos quais estamos habituados a ver. A história é contada através de uma narradora, como se ela estivesse lendo um livro e nos contando uma lenda folclórica. Cada episódio tem um título que representa um volume do livro.




Por ser baseado num manhwa, The return of Iljimae poderia se tornar um ótimo anime.


Sinopse:

Iljimae é o filho bastardo de um funcionário do alto escalão do governo com uma humilde serva. Para que a honra da família de seu pai não fosse manchada, ele foi abandonado num rio quando ainda era um bebê. Por sorte, foi encontrado por um mendigo e um monge que o resgataram da morte. Temendo pela vida do bebê, o monge o leva para Qing (China), onde a criança é adotada por uma família rica. Depois de dezesseis anos, o rapaz descobre sobre sua verdadeira origem e decide voltar à Coreia em busca de seus pais bilógicos. Porém, Iljimae acaba sendo rejeitado pelo seu pai novamente e não consegue encontrar sua mãe, que se tornou uma gisaeng e depois viajou para longe. Sem ter para onde ir, ele começa a vagar pelos lugares e se mete em problemas, tornando-se um fugitivo da polícia e se escondendo numa caverna nas montanhas, até encontrar Dal Yi, uma jovem alegre e extrovertida por quem ele se apaixona. Pensando ter encontrado a felicidade, o jovem rapaz é surpreendido com a morte de Dal Yi, que é executada sem nem mesmo saber o que fez de errado. Cheio de rancor e ódio no coração, Iljimae percebe o quanto o mundo é injusto. A partir daí, ele passa a ajudar os pobres e lutar contra a tirania dos nobres corruptos, tornando-se a versão coreana de Robin Hood. Ao longo de sua jornada, Iljimae encontra um novo amor, Wol Hee, e reconstrói a sua vida ao lado dela.


Assistir a esse drama é como ler um belo poema antigo, que às vezes nos traz tristeza, outras vezes nos traz alegria, e sempre nos faz chegar a um estado de paz de espírito. Os cenários são estonteantes e tão naturais! Nada parece ter sido fabricado, tudo parece estar em seu devido lugar e em perfeita harmonia com a natureza. É tão lindo!

Confiram a seguir minha galeria de imagens do drama:




















Em relação ao enredo, a simplicidade da obra é o que a faz ser tão estimada. Não há glamour, intensidade ou força, mas em compensação, há uma atmosfera suave, delicada e branda. O ensinamento e a sabedoria vêm antes do entretenimento gratuito.



Personagens



Iljimae

No começo do drama, Iljimae é um rapaz tímido e inocente, não sabe nada da vida e vive com seus pais adotivos confortavelmente. Quando ele finalmente descobre a verdade sobre seus pais biológicos, resolve ir procurá-los. No entanto, a realidade é bem diferente do que o jovem imaginava. Iljimae é rejeitado cruelmente por seu pai e passa a viver como um animal selvagem e arredio.

Depois da morte de seu primeiro amor, Iljimae se revolta contra tudo e contra todos. Porém, com a ajuda de um monge, o rapaz consegue controlar sua fúria, canalizando-a como força de vontade e sede de justiça, que ele utilizará para ajudar as pessoas que precisam e punir os nobres corruptos.



A personalidade de Iljimae não é exatamente o tipo de personalidade que eu gosto num herói. Ele é calado, sério, dificilmente sorri e não tem muito senso de humor. Sua alma é um pouco obscura e às vezes ele age de maneira cruel. Talvez o motivo disso seja o fato de ele carregar amargura em seu coração. Porém, ele é extremamente bonito e encantador, e também muito suave e delicado em seus movimentos. A verdade é que, quanto mais ele se distancia de nós, mais queremos nos aproximar dele e de seu coração ferido.


Ao longo de sua jornada, Iljimae aprende as artes marciais da Coreia, da China e do Japão. Por causa de suas habilidades diversificadas, ele se torna um herói invencível.





Dal Yi

Uma garota bastante extrovertida e alegre. Ao contrário de Iljimae, Dal Yi sempre estava falando pelos cotovelos, sorrindo e não era nem um pouco tímida. Foi ela que tomou a iniciativa e se aproximou do rapaz.



O romance de Iljimae e Dal Yi se desenvolveu de forma bastante natural e diferente do que estamos acostumados a ver em outros k-dramas. Não há nenhuma idealização ou floreio. Os dois eram muito jovens e estavam praticamente sozinhos nas montanhas, então as coisas caminharam por si só.



É uma pena que esse lindo romance teve um fim trágico.




Wol Hee

Apesar de ser idêntica à Dal Yi em sua aparência, Wol Hee tem uma personalidade ligeiramente diferente.
Ela e Iljimae se conheceram após a morte de Dal Yi, e quando o rapaz a viu pela primeira vez, a confundiu com seu primeiro amor.
Depois de algum tempo longe da província, Iljimae retorna para encontrar Wol Hee e os dois vivem um doce romance.




Em certos momentos, Wol Hee cometeu muitos erros. E isso acontecia por que ela se sentia insegura em relação aos sentimentos de Iljimae (por causa de Da Yi). O amor a deixava cega e fazia com que ela agisse de forma impensada e egoísta. Wol Hee só tinha olhos para Iljimae, ela não se importava com o que ele representava para o povo ou com sua missão como herói de Joseon. Ela o queria só para si.


No entanto, apesar de tudo, o romance dos dois foi muito lindo de se ver. Os dois formavam um belo casal.




Goo Ja Myeong

Chefe de polícia que se apaixonou pela mãe de Iljimae. Um homem bem-sucedido em seu trabalho e ao mesmo tempo muito débil em seus sentimentos.
Goo Ja Myeong foi um dos personagens que eu mais tive pena nesse drama. Ele passou grande parte da história amando alguém sem ser correspondido e esperando por algo que nunca poderia chegar.


Goo Ja Myeong era perdidamente apaixonado por Baek Mae. Porém, sempre que tentava fazer uma coisa boa pela sua amada, ele era tratado de forma indiferente e fria. Mas ele nunca desistiu de seu amor.





Baek Mae

Mãe de Iljimae. Depois de ser expulsa da casa a qual trabalhava sem ao menos ver o rosto de seu filho, tornou-se uma gisaeng. Porém, após algum tempo, resolveu sair da província e foi trabalhar num campo de ervas medicinais.



Uma mulher de alma sofrida, que não acreditava no amor e que passou a vida inteira sonhando em encontrar seu filho.



Fanboys de Iljimae


Eles são responsáveis por grande parte dos momentos cômicos do drama. Dei muita risada com esses dois!


Também são eles os “stalkers” de Iljimae, que o seguem por toda parte para observá-lo de longe e vê-lo em ação.


Seon Dal

Um estudioso que sempre amou as artes marciais. Seu desejo era se tornar alguém que tivesse grandes habilidades de luta, porém, sua sabedoria restringia-se apenas ao campo teórico.


Seon Dal fica impressionado com as habilidades de luta de Iljimae. Por isso ele resolve segui-lo para registrar a história desse herói, tornando-se o escritor das crônicas de Iljimae.


Cha Dol

Ajudante de Seon Dal. Um garoto muito esperto e inteligente. Antes de conhecer Seon Dal e ser acolhido pelo escritor, Cha Dol era forçado a trabalhar vendendo espadas falsificadas.
Depois de conhecer Iljimae, o garoto ficou obcecado por ele e sempre que tinha oportunidade, ficava nas ruas contando as histórias de seu herói para o povo da província.


Adoro esse personagem! Ele é tão espirituoso!





Wang Hyeong Bo

Se não fosse por ele, Iljimae nunca teria descoberto a verdade sobre seus pais. Mas não pensem que ele é um bom moço, pelo contrário, Wang Hyeong Bo faz parte do time de vilões.

Wang Hyeong Bo é um espião de Qing (China) muito habilidoso em artes marciais. Apenas se aproveitou da ingenuidade de Iljimae para cumprir seus objetivos.


É um personagem caricato e em minha opinião, é o mais bizarro que eu já vi em k-dramas!
Wang Hyeong Bo é também chamado de “o homem que caminha de lado”, pois ele tem uma forma bastante peculiar de andar. (Eu não diria que isso é realmente andar, e sim se rebolar! kkkkkk). Seu jeito de falar também é estranho e engraçado.


Sei que muita gente acha esse personagem irritante e chato, mas eu o acho hilário e dei muita risada de suas caras e bocas.




Mendigo (Gul Chi)

Foi a primeira pessoa a encontrar o bebê Iljimae no rio e o salvou da morte. Criou o bebê como se fosse seu filho e saía pelas ruas mendigando leite para alimentá-lo. Mais tarde, quando a criança é levada para longe, Gul Chi fica muito triste.





Monge (Yeol Gong)

Foi a segunda pessoa a encontrar o bebê Iljimae. E para salvá-lo daqueles que queriam matá-lo (por ser o filho bastardo de um nobre), o monge levou a criança até a província de Qing. Lá o bebê foi adotado por uma família rica.
Yeol Gong também ajudou Iljimae em muitas situações, com seus conselhos e ensinamentos.




Soo Ryun

Subalterna do chefe de polícia Goo Ja Myeong. É uma excelente espadachim. Está sempre ao lado de seu chefe e o protege a todo custo. Ao longo da história, percebemos que ela é apaixonada por Goo Ja Myeong, porém nunca foi capaz confessar seus sentimentos e nutre por ele um amor não correspondido.

Eu, particularmente, torci muito para que ela e Goo Ja Myeong ficassem juntos, apesar de já saber que isso era impossível, pois Goo Ja Myeong era completamente apaixonado pela mãe de Iljimae e nunca seria capaz de esquecer esse amor.




Kim Ja Jeom

Principal vilão da história. Um funcionário corrupto do governo, traidor de sua nação. Ele e tantos outros queriam vender seu país à Qing (China).
Kim Ja Jeom conspirou a favor de uma guerra para se beneficiar dela. Era movido pela ambição e desejo de poder. Odiava Iljimae e queria capturá-lo de qualquer maneira.



Iljimae e a flor de ameixa

Pesquisando sobre os significados da flor de ameixa, me deparei com duas das principais qualidades de Iljimae: Beleza e resistência.
A flor de ameixa nasce no fim do inverno. Por ser uma flor muito bonita, delicada e ao mesmo tempo tão resistente, ela simboliza coragem, força, pureza e perseverança.


Depois roubar as riquezas de um nobre corrupto e ajudar um camponês faminto, Iljimae sempre deixa para trás um ramo dourado de flor de ameixa, que ele mesmo fez com o ouro roubado de Kim Ja Jeom.





Iljimae tão bonito quanto uma garota


Uma das coisas mais hilariantes desse drama era a maneira como Iljimae tinha sua beleza comparada à beleza feminina. Qualquer pessoa que o via, já tinha essa frase na ponta da língua: Iljimae é tão bonito, parece até uma garota!


Isso me arrancava tantas risadas! E o que mais me fazia rir era quando Iljimae se disfarçava de gisaeng. 



Como pode ser tão bonito até mesmo vestido de mulher? heehehhehe

O mais legal de tudo é que mesmo que Iljimae fosse comparado a uma garota e até se vestisse com roupas de mulher, não havia nenhuma dúvida sobre sua masculinidade. A comparação se restringia apenas à bela aparência do rapaz, que se diferia da aparência grosseira dos outros homens.


Il Woo é um dos atores coreanos mais bonitos que eu já vi (talvez até o mais bonito), e vê-lo como Iljimae foi estonteante. A caracterização do personagem só realça a aparência do ator, tornando o que é belo ainda mais belo.


Iljimae e os corações partidos


Por onde Iljimae passava, deixava corações partidos por sua causa. Antes de viajar para sua terra natal, Iljimae ficou noivo de uma princesa chamada Moran. Quando foi embora, ele deixou a princesa que o amava sofrendo por sua partida. No Japão, Iljimae também deixou Rie, a jovem filha de um mestre ninja, a garota havia se apaixonado por ele e esperava que os dois pudessem se casar. 

Iljimae e Rie
Em sua terra natal, quando morava numa pequena aldeia com Gul Chi, Iljimae também foi vítima da cobiça das jovens aldeãs, e uma delas acabou morta por causa da inveja de outra. Mesmo as jovens que eram salvas por ele acabavam se apaixonando. Uma delas, mesmo sabendo que ele estava com Wol Hee, teve a audácia de propor ser sua segunda esposa. Até as gisaengs, que não podiam se dar ao luxo de se apaixonar por seus clientes, também passaram pela mesma situação, e assim como as outras, tiveram seus corações partidos.

Resumindo a história: Elas brigavam por ele, choravam por ele, se humilhavam por ele, matavam por ele e morriam por ele. E no final, ele sempre ia embora, deixando-as de coração partido.

E eu, ao invés de achar tudo isso exagerado e absurdo, acabava concordando. Afinal, quem sou eu para julgá-las? Se eu estivesse na situação delas, provavelmente faria o mesmo! kkkkkkk


Trilha sonora do drama


A trilha sonora de The Return of Iljimae pode até não ter sido grandiosa, mas com certeza ela soube deixar sua marca. Tive muitas dificuldades para encontrar os OSTs desse drama, todos os links estavam quebrados e também não consegui achar as músicas que eu queria no youtube. Depois de muito procurar, encontrei um site de compartilhamento russo e consegui baixar os meus OSTs preferidos. Para postar essas músicas aqui no blog, eu tive que fazer upload delas em formato de vídeo na minha conta do vimeo.

Música do primeiro encerramento do drama:

Place of my dream - Yoon Jin Suh


Música do segundo encerramento do drama:

I am Iljimae - H20


OST mais triste do drama (a letra dessa música é o conteúdo da carta que a mãe de Iljimae escreveu para ele):

Yearning - H20


E meu OST preferido dentre todos (e o mais lindo):

Your song (BT)

(ele está presente no episódio 18 do drama, que é o meu episódio preferido).

E para terminar... Enquanto eu estava pesquisando no youtube, acabei encontrando uma versão muito bonita da primeira música de encerramento:


Adorei essa versão!


Bom, pessoal, acho que vou ficando por aqui. Espero que tenham gostado da minha resenha. Ainda não acredito que ela tenha ficado tão enorme desse jeito! rsrs Agradeço a quem tiver lido até o final!

Até mais!




7 comentários:

  1. Eu estava totalmente receosa sobre começar a ver esse dorama pq eu vi Iljimae e fiquei com medo de acabar comparando as duas versões e me decepcionar, afinal eu amo muito o Lee Jun Ki e também amo muito o Jung II Woo...
    Eu estou terminando 49days *com meu lindo Jung II Woo em seu papel de Scheduller* e eu preciso ver mais projetos dele, graças a sua resenha estou totalmente afim de assistir o Return of Iljimae, muito obg por essa maravilhosa resenha ^-^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que agradeço pelo comentário! :)
      Vale muito a pena conferir esse drama, ele é um pouco diferente dos dramas do mesmo gênero, mas acho que isso é o que o faz especial <3

      Excluir
    2. Olha Vc pode.assistir flower boy ramen chop com o meu lindo jung II WOO

      Excluir
  2. Obrigada pela ótima resenha. Acabei de assistir Iljimae e vim verificar se o Retorno de Iljimae era a continuação da história. Fiquei muito interessada em assistir este Drama. E concordo que o ator é lindo. Apesar de ser uma apaixonada no Lee John Gi. Valeu, vou conferir com certeza.

    ResponderExcluir
  3. Olá! sou Marcela ,
    Amei sua página do Retorno Iljimae. Parabéns!
    gostaria de saber onde vc viu o Iljimae com Lee Jun Ki com legenda em português?? gostaria de muito de ver. tenho assinatura do Dramafever, mas so legenda em Inglês.

    Obgda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marcela, eu vi pelo Viki.com, tem legendado em português lá! ^^

      Excluir